Alumni em destaque: Allan Pinto

Ex-aluno de graduação do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC-USP São Carlos) recebe prêmio CAPES por tese de doutorado

 

O ex-aluno Allan Pinto, bacharel em Ciências da Computação no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação foi premiado por sua tese de doutorado desenvolvida na Unicamp. Considerada a melhor pesquisa na área de Ciência da Computação pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior). Na própria Unicamp a tese também foi considerada a melhor de sua área. Em conversa com o escritório Alumni USP, ele comentou mais sobre seu trabalho e a importância da USP em uma das etapas de sua formação no ensino superior. Allan agradeceu por ter recebido, em suas palavras, “um ensino de excelência durante a graduação, possibilitando o meu desenvolvimento e progresso na carreira acadêmica.”

Foto: acervo do ex-aluno

A tese de título “Análise de propriedades intrínsecas e extrínsecas de amostras biométricas para detecção de ataques de apresentação”, apresenta soluções diante do problema de fraude no sistema de biometrias do cadastro de usuários. Ela pode ser lida ao clicar aqui.

Em suas palavras, sua pesquisa “apresenta soluções para um problema em biometria e computação forense conhecido como detecção de ataques de apresentação em sistemas biométricos. Esta forma de ataque constitui uma crescente ameaça aos sistemas biométricos, em que impostores tentam burlar o processo de autenticação usando dados falsos contendo padrões biométricos de usuários legítimos (e.g., lentes de contato, dedo e máscara de silicone). Este é um problema real e o desenvolvimento de algoritmos e métodos para a proteção dos sistemas de autenticação biométrica representa benefícios direto à sociedade, por meio de métodos de reconhecimento e autenticação mais seguros e confiáveis. Esta tese apresenta soluções inovadoras para proteger sistemas biométricos faciais, de íris e de impressão digital que baseiam-se na caracterização espectro-temporal do sinal de ruído e em propriedades intrínsecas dos dados biométricos.”

O problema das fraudes em biometria é recorrente, e Allan comentou que a mídia tem noticiado sobre casos de pessoas que se utilizam de dedos de silicone, por exemplo, para cometer diversos tipos de crimes no Brasil.

 

Confira nossa entrevista com o pesquisador, relembrando seus tempos de ex-aluno da USP.

 

Quais ferramentas ou outros ensinamentos você diria que a graduação na USP mais lhe proporcionou para te preparar para a escolha de seguir na carreira acadêmica?

Allan: Certamente, a oportunidade de poder participar de projetos de pesquisa logo no primeiro ano do curso de graduação foi decisiva para a escolha em seguir a carreira acadêmica. Na época a USP concedia uma bolsa de estudos chamada “Ensinar Com Pesquisa” no valor de aproximadamente R$ 300,00, o qual eu usava para custear meus gastos mensais.

 

Qual etapa ou projeto desenvolvido na sua etapa na USP você considera que tenha sido marcante?

Allan: Sem dúvida, o TCC foi uma época que marcou minha graduação devido à alta carga de trabalho por conta de minha decisão de adiantar um ano de minha graduação, para poder entrar no Mestrado sem precisar fazer o estágio de graduação em empresa. Na época, eu era bolsista FAPESP de um projeto de iniciação científica e tinha que dividir esforços de trabalho em fazer as disciplinas do quarto ano da graduação, o TCC e as atividades da Iniciação Científica. Foi um desafio grande, com o qual eu ganhei muita maturidade.

 

Quais são seus planos para o futuro, profissionalmente?

Allan: Meus planos são de continuar na carreira acadêmica, porém não descartando a possibilidade de ter um negócio próprio, devido aos recentes acontecimentos que as Universidades estão enfrentando como corte de bolsas e redução com gastos com pessoal, que impacta diretamente a contratação de novos docentes.

 

Como ficou sabendo da plataforma Alumni USP? E o que mais te motivou a criar o cadastro na plataforma? O sentimento de pertencimento à USP que a comunidade Alumni proporciona ou alguma funcionalidade específica da plataforma?

Allan: Já faz um bom tempo que eu estou cadastrado no Alumni, mas se não me engano eu vi um link em alguma plataforma oficial da USP. O que mais me motivou foi mesmo a oportunidade de poder continuar a ter um vínculo com a Instituição que me possibilitou um leque de oportunidades e novos rumos para meu futuro profissional.

 

Texto: Rodrigo Rosa